Administrar, Organizar e Facilitar a Rotina Doméstica


Administrar e organizar as tarefas diárias do lar é uma rotina um pouco chata e cansativa, mas adquirindo pequenos hábitos, modificando as formas de realizar o que tem que ser feito e programando as atividades, o dia-a-dia torna-se mais leve e a organização passa a fazer parte do nosso cotidiano. Para começar, analise o ambiente, doe o que não usa mais, jogue fora o que não tem mais utilidade e arrume tudo de uma forma prática e fácil de manter organizado. Uma casa limpa, com armários, gavetas e despensa organizadas, com contas e documentos guardados e em ordem e uma cozinha prática e eficiente, deixa a vida muito mais tranquila. Depois é só fazer um Programa de Organização que vai variar de acordo com o tempo e os horários disponíveis. Aqui você encontra dicas e sugestões para montar sua programação pessoal, para se organizar e ter uma vida mais gostosa e feliz.

terça-feira, julho 19, 2011

Organizando Contas e Documentos

         Escolha um método simples e fácil para organizar e arquivar os papeis e documentos pessoais e do lar.Para ficar mais organizado, escolha suportes de arquivamento de acordo com suas necessidades, ao volume de documentos e ao espaço físico disponíveis.
        Este arquivvo pode ficar numa escrivaninha, prateleira ou gaveteiro que seja de fácil acesso a todas pessoas da casa.
         Todas as contas a serem pagas devem ser encaminhadas para um único local, pode ser uma caixa caixas organizadoras, envelopes, pastas suspensas, pastas com divisórias, caixa box. É bom que estas contas sejam arquivadas por data de vencimento. O importante é que as contas não podem ser esquecidas e  que sejam  pagas  sempre dentro do prazo estipulado.
         Os recibos das contas pagas devem ser guardados em outro  arquivo  como pastas sanfonadas, por exemplo. Estas pastas devem ser etiquetadas, e os recibos guardados em ordem cronológica, e separados por categoria como recibos de água, energia elétrica, cartão de crédito, plano de saúde, impostos, etc.
         Os documentos que serão usados para a declaração do imposto de renda, como mensalidades escolares, recibos médicos e odontológicos, planos de saúde, extratos bancários, etc, devem ter uma pasta própria e somente depois de feita a declaração devem ser arquivados nas próprias pastas. Adote um método simples de organização de fácil acesso para todos do lar.
         Os outros documentos da casa devem ser arquivados em pastas ou caixas, com divisórias etiquetadas e separados por tipo como Certidões, Escrituras, Seguros, Plano de Saude.
         Para garantir a padronização, é importante que um menbro da família seja responsabilizado pelo arquivamento dos documentos, assim ficará mais fácil localizar algum item.
      
          Cada documento tem um prazo para ser descartado:
  • IPVA - IPTU - IRPF - Recibos de água, luz, telefone, planos de saúde, aluguel - Cheques cancelados - Extratos bancários - 5 anos
  • Contratos de Apólice de Seguro, de empréstimos - até a renovação
  • Contra-cheques - recolhimento INSS - Contrato de Trabalho - Até a aposentadoria
  • Certidões de Nascimento, Casamento, Óbito - Carteira de Trabalho, de vacinção - Certificado de Reservista - Titulo de Eleitor - Para sempre
  • Notas Fiscais - Certificados de Investimentos e Ações - Escrituras de Imóveis - Contrato de assistência técnica ou Garantia - Documento do carro - Até que o bem seja vendido, trocado ou doado.           

Nenhum comentário:

Postar um comentário